Pisos de Concreto Danificados em Indústrias

Embora sejam muito variados os segmentos industriais, tais como indústrias químicas, mecânicas, alimentícias, farmacêuticas, etc. Os pisos de concreto das mesmas são relativamente semelhantes bem como sua deterioração, independentemente da causa, ou seja, a trinca, existente no piso de uma indústria mecânica é praticamente igual à existente numa indústria farmacêutica ou numa indústria moveleira ou outra qualquer, quer tenha origem física (compressão, arraste, impacto) ambiental ou química (agentes corrosivos ou agressivos em geral, inclusive gases).

Assim sendo, o processo de recuperação de pisos industriais em geral é normalmente o mesmo, resumindo-se praticamente na eliminação definitiva das trincas, rachaduras, buracos, esfarelamento, desagregação, porosidade de juntas (secas ou de dilatação) com técnica e produtos adequados para cada tipo de irregularidade.industrias-piso

Caso seja desejada a eliminação de desníveis, ondulações, escadas, etc… pré-existentes no piso será necessária a aplicação de massa auto-nivelante a base de resina epóxi. Dependendo do grau de tais irregularidades, poderá ser necessária a prévia frezagem do piso.

Uma trinca qualquer, por exemplo, será preparada com recorte, quando necessário varrida, pincelada ou enchida com argamassa a base de epóxi, para soldagem perfeita, nivelada e liberada, no devido tempo pra trânsito ou uso.

Naturalmente existem casos, principalmente quando de produção ininterrupta, com muita dificuldade em isolar-se a área para proceder aos reparos bem como para aguardar a cura relativamente demorada dos produtos utilizados.

Para alguns desses casos a CORELPARKER desenvolveu componentes especiais para promover secagem mais rápida e cura antecipada, como, por exemplo, para câmaras frias que não podem ser desligadas em determinadas ocasiões e reparos rápidos terão de ser feitos a baixas temperaturas, com a câmara funcionando.

Para tal caso foi criado um produto AVT bi-componente a base de poliuretano, veiculo poliéster modificado, formando massa flexível para reparo rápido de piso ou junta de dilatação da câmara fria, com secagem ao toque em 5 minutos, liberação para uso em até 15 minutos sem prejuízo para cura final do produto, que é inodoro, não inflamável, filme seco não tóxico.

Existem casos onde o piso de concreto fica permanentemente dentro de água (doce ou salgada), para cujos reparos foi criada uma massa moldável a base de epóxi, bi-componente, isenta de amianto, não tóxica, com pega e aderência perfeita no concreto submerso e estabilidade permanente dentro da água.

Para as indústrias alimentícias em geral (massas, derivados do leite, doces e salgados, chocolate, sorvetes, carnes e derivados, pescados, etc) o produto básico para eliminação  de trincas, rachaduras e buracos nas áreas de produção é uma massa epóxi colmatação a base de resina epóxi e cargas minerais, bi-componente, cor cinza, secagem ao toque 3 horas, possibilidade de uso em até 6 horas sem prejuízo da cura final do produto.

Esse produto tem alta reatividade e dureza e alta resistência ao impacto, sendo também indicado para reparos básicos de pisos em indústrias pesadas, tais como metalúrgica, mecânica, equipamentos, e outros.

A tecnologia COREL é sinônima de solução de problemas. Veja abaixo alguns dos problemas e soluções para os Pisos de concreto danificados em indústrias.

Problemas:

  • Pisos com rachaduras, trincas, buracos, fissuramento, esfarelamento, desagregação, juntas deterioradas, contaminação oleosa ou química, desnivelamento (elevações, depressões, degraus).

Soluções:

  • Trincas, rachaduras, buracos, são eliminados com preparação e limpeza interna, pincelamento, preenchimento com argamassa epoxidica.
  • Fissuramento é resolvido, com ou sem recorte, por preenchimento selante com nata epoxidica.
  • Esfarelamento tem a respectiva área preliminarmente lixada, pincelada com selador e preenchida com argamassa epoxidica.
  • Desagregação pontual terá as partes comprometidas removidas, e substituídas por argamassa epoxidica após a devida preparação do espaço respectivo.
  • Desagregação generalizada terá toda a superfície fresada e recoberta com argamassa epoxidica devidamente nivelada.
  • Juntas deterioradas, secas ou de dilatação são regularizadas com recorte e limpeza interna, pinceladas, preenchidas com mastique epóxi semi-flexivel.
  • Contaminação química terá preliminarmente seus agentes responsáveis identificados e a área será submetida a limpeza química neutralizante adequada seguida por lavagem a jato.
  • Oleosidade é eliminada por produto absorvente e/ou produto emulsificante, ambas da CORELPARKER, seguida por lavagem a jato.
  • Regularização de superfícies com muitas elevações, depressões, degraus, etc. requer fresagem no grau necessário e reconstituído preferencialmente com massa epóxi auto-nivelante.

Solicite um Orçamento

Tipo de Serviço: *

Nome Completo: *

DDD + Telefone Comercial: *

DDD + Telefone Celular:

E-mail: *

Descreva seu problema:

* Campos Obrigatórios